quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

AABB Conquista a 2ª Copa Integração


São Pedro do Sul foi sede no último domingo das finais da 2ª Copa Integração entre as AABBs de 14 cidades da fronteira oeste do RS. Na 1ª fase Lavras do Sul, Caçapava do Sul, São Gabriel, Rosário do Sul, Cacequi, São Francisco de Assis, Alegrete, Quaraí, Itaqui, Uruguaiana, São Borja, Santiago, Jaguari e São Pedro do Sul disputaram uma eliminatória regional cada em Santiago ou Rosário do Sul. Nas finais da categoria Máster o adversário dos sãopedrenses foi Caçapava do Sul. No 1º jogo derrota por 3x2 e no jogo decisivo vitória por 1x0. A decisão então foi para as penalidades com vitória da equipe local por 3x2. Já a equipe Adulta teve que enfrentar São Chico, Caçapava do Sul, Rosário do Sul e Santiago nas finais. Na decisão, vitória de 1x0 sobre o forte time de Caçapava do Sul. O presidente local da AABB, Jorge Clayton Menezes, comemorou o
sucesso do evento. “Procuramos inserir a competição no 6º pic-nic de abertura da temporada, integrando os nossos associados com outras AABBs”, destacou Jorge Clayton.

AABB/Máster: Rubem Stein (técnico), Sandro Mello, Lôndero, Fábio Minello, Dilson Stein, Tainha
e Nei Sarturi. Felipe, Rubem, Dilon Stein e Jorge Clayton (presidente).



sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

REVEILLON 2012 é na AABB - São Pedro do Sul-RS, DJ Alexandre Dias e DJ Alessandro Maciel


quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

10 anos da Escola de Dança Lívia Thomas


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Cão faz vigília em frente a hospital desde que o dono morreu História de Samuka comove funcionários e pacientes em São Pedro do Sul

 Uma demonstração de fidelidade comove direção, funcionários, pacientes e visitantes do Hospital de Caridade de São Pedro do Sul, cidade localizada na região Central do Estado. Desde que seu dono morreu, há quatro meses, um cão transformou o pátio do estabelecimento de saúde em sua nova moradia.


Cão espera por dono que morreu há quatro meses - Crédito: Franciele Volpatto / Especial / CP

A enfermeira Nair Matias conta que tudo teve início em agosto, quando a ambulância do Samu foi deslocada até a rua Coronel Scherer para socorrer um homem idoso que morava sozinho e passava mal. O cachorro do paciente seguiu o veículo até o hospital e nunca mais deixou o local. Na opinião da enfermeira, o cão ainda imagina que seu dono permanece hospitalizado.

No hospital, ele tem o carinho dos funcionários, bem como dos profissionais do Samu, dos quais se tornou um mascote e até recebeu um nome carinhoso, Samuka. Segundo a recepcionista Eloir Cristina Rodrigues, os familiares do dono do cão já tentaram várias vezes levar o bichinho para casa, mas ele volta sempre que surge oportunidade.

Eloir acredita, no entanto, que Samuka está muito triste. Ela explica que o animal se alimenta pouco e vem perdendo suas forças. Ontem foi preciso chamar um veterinário, que examinou o animal e receitou um fortificante.

O caso lembra o filme “Sempre ao Seu Lado”, com Richard Gere, baseado na história japonesa de um cão que costumava esperar seu dono todos os dias na estação ferroviária. Depois que o personagem de Gere morreu, o animal permaneceu em frente à estação até morrer.

Reportagem do Correio do Povo - 09/12/2011 23:07 - Atualizado em 09/12/2011 23:09
link: http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=369478