quinta-feira, 28 de julho de 2011

São Pedro do Sul ganha mais um Portal para divulgar a cidade e a Rádio Integração ganha uma nova página.

28 Jul 11, marca a entrada de mais um portal na cidade para divulgação do município. Nasce o Portal http://www.partalsaopedro.com/ que juntamente com o nosso portal e o da prefeitura ampliam a visibilidade de São Pedro do Sul na WEB. 
O Portal www.saopedrodosul.net se orgulha de ter inspirado os cridadores do novo portal e continuará oferencendo aos cidadãos saopedrense, sem custo algum, a possibilidade de divulgar seus produtos e trabalhos em prol do desenvolvimento e do que temos de melhor, o nosso povo.
Informo aos visitantes do nosso site, que poderão continuar a acessar a Rádio Integração pelo mesmo endereço e link anteriormente disponíveis, mas que em breve iremos deixar apenas o link para a nova página do novo portal.
Desejo ao novo portal vida longa e muito sucesso.
Parabéns a toda a equipe do novo portal.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Famílias Sãopedrenses hospedam intercambistas em suas casas por duas semanas

Desde segunda-feira, 11 de julho três famílias Sãopedrenses estão hospedando em suas casas intercambistas vindos da Itália, Ungria e Holanda.  O Úngaro Adam Branta, o Italiano Enrico de Carli e a Holandesa Maud Willemen ficarão duas semanas nas casas das famílias Caufmann, Spode e Bassotto. Na visita ao Brasil eles pretendem aprimorar seus conhecimentos sobre a língua e a cultura Brasileira. Ao todo são 28 intercambistas que estão de passagem pela região Centro Oeste do Rio Grande do Sul. Veja a reportagem completa na página 12.

Intercambistas de 3 países visitam São Pedro do Sul

A Reportagem do Jornal Regional Águas da Serra foi gentilmente recebida na residência da família Caufmann, onde teve a oportunidade de conversar com 3 intercambistas que chegaram em São Pedro do Sul na segunda-feira dia 11 de julho. Trata-se de Adam Branta, 19 anos, vindo da Ungria, Maud Willemen, 21 anos, vinda da Holanda e Enrico de Carli, 20 anos da Itália.
Os jovens estão no Brasil através do Lions Clube, e como já e de prache, eles ficam hospedados na residência de famílias que fazem parte do Lions, como é o caso das três famílias que receberam os estudantes.
O Italiano Enrico, ficará hospedado na casa dos Empresários Eni (Nica) e Dianor Caufmann e de seus filhos Rodrigo, Dieison e Thiarles. Ele veio de uma cidade de 6 mil habitantes e segundo ele, quer aprender sobre a cultura Brasileira e fazer novas amizades por aqui, apesar do pouco tempo que permenecerá na cidade. Enrico cursa a faculdade de Odontologia na Espanha, onde mora atualmente e já passou por diversos países do mundo.
Quando perguntei a família qual a sensação de receber um jovem que fala outro idioma, Nica, Dianor e os filhos afirmaram: “Adoramos jovens, não pensamos duas vezes quando surgiu a oportunidade no Lions e colocamos nossa casa a disposição, e agora ele está aqui; vamos aprender muito com ele, vamos trocar experiências”, afirmam.
Dieison, um dos filhos, afirma que sempre teve vontade de fazer um intercambio, mas devido ao trabalho não teve a possibilidade, mas o fato de receber o jovem em sua casa traz a possibilidade de aprender e ensinar muitas coisas, além da amizade que ficará.
Nica salienta que a família escolheu o Italiano para hospedar em sua casa devido ao idioma, pois assim será mais fácil se comunicar com ele, pois na família ninguém fala inglês. “Estou adorando a experiência, gosto de ver minha casa cheia de jovens, e ele é muito simpático”, finaliza a comerciante.

Foto (Enrico recebeu o carinho de toda a família Caufmann de Souza)

A Holandesa Maud Willemen veio de uma cidade de 55 mil habitantes. Maud ingressou na Faculdade de Pedagogia e também já viajou por vários países. Ela está hospedada na casa de Bianca Spode Beltrame, formada em Direito e Administração e que também já viajou para diversos países do mundo, inclusive fazendo um intercambio na Polônia há alguns meses atrás.
“Vamos trocar experiências, terei a oportunidade de conhecer um pouco mais da cultura e aperfeiçoar o idioma”, afirma Bianca. Bianca fala inglês muito bem, e não terá muitas dificuldades com a hóspede.

Foto (Bianca e Maud)

Adam Branta veio da Ungria e está para entrar na Faculdade de Relações Internacionais. A cidade onde mora tem 40 mil habitantes. Adam está hospedado na casa de Rosele Bassotto, formada em Administração que também fez intercambio por um ano, onde esteve na Austrália.
“Pretendo aprimorar meus conhecimentos com Adam, o tempo é curto, mas iremos aproveitar o máximo trocando experiências”, finaliza Rosele.

 (Foto) Rosele e Adam

O Que eles acharam estranho na cidade

Já de chegada, os jovens estranharam a distância para chegar em São Pedro do Sul, pois vieram de ônibus de Porto Alegre. O Brasil é um pais muito grande, onde eles moram estão acostumados com cidades bem próximas uma das outras.
O chimarrão; vai ser difícil acostumar...
O caixa eletrônico; segundo eles, lá se coloca o cartão uma vez só para sacar dinheiro...
As cores das casas, “como são coloridas”, afirmam.
O feijão, o Guaraná, tudo isso é novidade para eles, mas os enroladinhos de salsicha e queijo da Dona Nica eles gostaram...
Quando chegaram aqui eles pensavam em encontrar calor, samba, futebol e muitas mulheres. Afinal, a visão que eles tem do Brasil, é essa...o Rio de Janeiro, que é o que eles assistem na grande mídia.
Mas se depender dos Sãopedrenses que receberam eles aqui, essa imagem vai mudar. Nessa estadia por aqui, eles pretendem levar os hóspedes no CTG, em Riveira para conhecer o Uruguai, em Museus e em muitos outros lugares que mostrem a cultura do povo gaúcho. E para começar, logo no primeiro dia na cidade, eles levaram os estudantes para conhecer o Balneário Passo do Angico...


Todos se reuniram na casa da família Kaufmann, onde também estiveram presentes alguns amigos da família que deram as boas vindas aos visitantes...

domingo, 17 de julho de 2011

BALADA SERTANEJA - 30 JUL 11 - CLUBE DO COMÉRCIO

sexta-feira, 8 de julho de 2011

PROGRAMA DA SEMANA DA CULTURA DE SÃO PEDRO DO SUL - 07 A 14 JUL 11


“CULTURA: IDENTIDADE DE UM POVO”

Dia 07/07 – Quinta-feira
9h – Abertura Oficial da Semana da Cultura e Feira do Livro com a presença do Patrono da XIII FELISP Sr. Armando Pereira Mendonça.
 Local: Rua XV de Novembro em frente à Casa de Cultura.
  • Apresentação da Banda Marcial Tito Ferrari
  • Poesia “O livro” – EMEF 29 de Março
  • Coral e Grupo de Dança de Rua EMEF Arthur Bernardo Schmidt
  • Lançamento e divulgação de Obras Literárias da CAPOSM (Casa do Poeta de Santa Maria)
  • Relançamento do livro IV Antologia CAPOSP (Casa do Poeta de São Pedro do Sul)
  • Visitação aos Stand’s

14h – Grupo de Animação “Os Bem Faceiros” (interação com o público)
  • Coreografia EMEI São Pedro
  • Coral “Cantando a Vida” – EMEF Alfredo de Oliveira Cezar
  • Poesia São Pedro – EEEF Hilda Koetz
  • Coral “Gente que Canta” – EMEF Alfredo de Oliveira Cezar
  • Grupo de Judô Projeto e Cultura – (CRAS)
  • Projeto de Capoeira – PROJOVEM – (CRAS)

Dia 08/07 – Sexta-feira
10h – Lançamento de livro – EMEF Duque de Caxias
  • Lançamento e divulgação de Obras Literárias da CAPOSM (Casa do Poeta de Santa Maria)
  • Coreografia Música Contry – EMEF Vanda Xavier Beltrame
  • Coreografia EMEF 29 de Março
  • Coreografia Música “O vento” – EMEF Vanda Xavier Beltrame

14h – Festival da Cultura Gaúcha
  • Mateada
  • Mostra Cultural Gaúcha – trajes típicos históricos – apoio 13ª RT e desfile de moda tradicionalista – Cortesia Casa do Gaúcho
  • Apresentações Artísticas Tradicionalistas
  • Declamações – EMEF Naurelino Souto e Jacó David Diesel
  • Grupos de danças- EMEF Carlos Guilherme Lampert, EEEF Hilda Koetz, EMEF Rosa Lazzaroto Arboitte, CTG Rincão de São Pedro
20h – Coral São Pedro da AABB e convidados

Dia 09/07 - Sábado
9h – Visitação às Stand’s
17h – Café Colonial (Secretaria de Agricultura) – Rua XV de Novembro em frente a Casa de Cultura.
  • Balé Lívia Thomas
  • Encerramento da Feira do Livro

20h – Jantar Show Baile “10 Anos Grupo Folclórico Trevo Piá”, no Itaquatia CTG – Animação Paulinho e grupo Festança.

Dia 10/07 – Domingo
De 10 a 13 de julho – Stand’s para visitação do público durante todo o dia:
  • Universidade Anhanguera (UNIDERP)
  • Instituto de Idioma Effective (ILÊ)
  • Instituto Federal Farroupilha (Campus de São Vicente – IFFET)
  • Centro Cultural Fernando Ferrari
  • PROEJA – FIC
  • Bazar Troca-Troca (troca de livros).

14h – Mateada
  • Talentos Locais
  • Transmissão ao vivo do programa “Galpão da Querência” de Helvio Comassetto.

Dia 11/07 – Segunda-feira
9h - Festival de Teatro I – Casa de Cultura
EMEI São Pedro
EMEF Rosa Lazzarotto Arboitte
EMEF 29 de Março
EMEF Duque de Caxias

Dia 12/07 – Terça-feira
14h – Dança Alemã e Dança Rítmica Desportiva – EMEF Jacó David Diesel – Rua XV de Novembro.
  • Culminância do Projeto Música Ecologia nas Comunidades
EMEF Carlos Guilherme Lampert
EMEF Arthur Bernardo Schmidt
EMEF João Batista Bassotto
EMEF Duque de Caxias

19h – Noite do Folclore Gaúcho e Latino Americano com o Grupo Folclórico Trevo Piá
- Participação Especial de Rodrigo Machado –

Dia 13/07 – Quarta-feira
14h – Festival de Teatro II
EMEF Ibo Schmidt
EEEF Firmino Cardoso Junior
EMEF João Batista Bassotto
EE Doutor Reinaldo F. Coser (Santa Maria)

18h30min - Vertente da Poesia com acompanhamento musical de Henrique Torrel – Casa de Cultura.

  • Durante a programação da Semana da Cultura haverá a participação da Estátua Viva, PIM (Programa Primeira Infância Melhor) e Biblioteca Itinerante com Atividades Lúdicas.
  • Participação da Rádio A Voz do Estudante – EMEF Rosa Lazzarotto Arboitte.
  • Distribuição de erva-mate pela Rei Sul.

domingo, 3 de julho de 2011

Modificações na XV de Novembro geram protestos (Fonte: Jornal Cidadão)


Após ter recebido asfalto em quatro quadras, um projeto para tornar o trânsito mais seguro foi implantado na rua XV de Novembro, com de proporcionar maior segurança para pedestres e motoristas, coibindo abuso de velocidade e prática de manobras perigosas pelos condutores. O eixo da via foi demarcado com tachões refletivos (olhos de gato), foram construídos redutores de velocidade e pintadas faixas de segurança. Mas, as principais modificações aconteceram próximo a ponte seca, abrangendo a XV de Novembro, inicio da Walter Jobim e entrada para a Vila Santo Antonio. As primeiras modificações já completam um mês, mas
desde o começo as novas regras dividem opiniões. Há quem aprove o novo traçado da via. Para esses, o principal argumento é que melhorou o aspecto da segurança. E, há também quem não vê as coisas apenas por esse ângulo, considerando que as mudanças trouxeram mais transtornos e prejuízos do que benefícios. Entre esses estão moradores, comerciante e profissionais, principalmente motoristas que estão enfrentando dificuldades em virtude do estreitamento da pista e proibição de estacionar em um trecho de aproximadamente 100 metros. Os moradores dizem que antes das obras serem executadas, haviam sido informados de que haveria proibição de estacionar somente após o telefone público, nos dois lados da via, até a ponte seca e que na prática ficou proibido estacionamento desde o redutor de velocidade em frente ao Armazém Parcianello. Afirmam ainda que há diferença entre o projeto apresentado pela prefeitura na audiência pública realizada na Câmara para debater alternativas para tornar o trânsito na área central mais seguro e a obra que foi realizada. A principal reclamação dos moradores é a dificuldade de sair e chegar em casa de carro. Já os comerciantes da região reclamam da queda no movimento e nas vendas desde que o projeto foi executado. O Açougue Pampa, há 20 anos estabelecido no local, é um dos estabelecimentos que estaria sendo prejudicado com as modificações do trânsito em virtude da construção do refúgio para a entrada da Vila Santo Antonio. Conforme o empresário Marcelo Koelher, o movimento diminuiu cerca de 40% no último mês.
- Como não dá para estacionar e nem fazer retorno aqui perto, os clientes acabam desistindo de chegar. Até mesmo nos finais de semana, quando chegava a se formar fila até a porta, o movimento diminuiu drasticamente - Já falamos com o prefeito e com o secretário de Obras Loreni Maciel, mas eles dizem que o projeto é assim e não será alterado – lamenta o empresário. A alternativa encontrada por ele para tentar garantir sua clientela foi desmanchar o jardim em frente ao prédio para construir um estacionamento.
Outro que viu a clientela desaparecer e as vendas despencarem foi o empresário Paulo Belles, proprietário da fruteira e mini-mercado, há 15 anos. Segundo ele, o movimento caiu em média 50%. - Nossas vendas são rápidas, o cliente estaciona na frente, compra o que precisa e vai embora, principalmente quem está de passagem. Agora, sem poder estacionar, as pessoas desistem de chegar – conta. Apesar do estacionamento próprio, a Ferragem Ipiranga, empresa com mais de 50 anos no endereço, também enfrenta transtornos. O
proprietário Jorge Vön Mühlen diz o movimento diminiui cerca de 10% depois da mudança na via. - Quem vem do centro não pode entrar direto, tem que ir até a avenida fazer o retorno e com isso acaba desistindo. Por quanto tem alguns que se arriscam e passam por cima dos tachões, mas daqui a pouco vão começar a multar, e daí? Tá uma anarquia! - critica. Mas de acordo com ele, o principal transtorno é quanto as carretas que precisam manobrar para descarregar material Um dos pontos comerciais mais tradicionais da XV de Novembro, o Armazém Parcienello também está sentindo os reflexos da mudança. Para os proprietários, além da falta de estacionamento, o barulho por causa do redutor de velocidade em frente é o que mais incomoda. O prefeito Marcos Senger rebate as criticas dizendo que o projeto foi elaborado após estudo detalhado e não sofreu nenhuma alteração.


O jardim da residência dos proprietários do Açougue Pampa deu lugar a um estacionamento