terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Vídeo de uma Poesia declamada pelo Poeta Ener Lahutte

Do alto onde estou

Descubro um imenso panorama

Milhares de casas meu ser encontrou

Ferindo, machucando a minha lembrança

Como pedras hoje desmancham

Aquilo que meu eu com amor conservou

Campos vergeis pitangueiras

Quando tudo por si convidava

A partir das manhãs tão fagueiras

Para a vida que vivia e que amava

Hoje do passado só o que restou

Foi o canto mais que com sabedoria falou:

Mandou-me cantar ao presente

O que foi ontem e dele o que restou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário